quinta-feira, 2 de março de 2017

Eclipse Parcial do Sol 26/02/2017

No Domingo do dia 25 de fevereiro de 2017 ocorreu mais um eclipse do sol. Na região do Brasil ele foi parcial, ou seja não cobriu todo o disco solar pela  lua.


Me programei para observar de casa, e como estava com visitas, fizemos uma astronomia de calçada.

Como eu tenho o filtro solar da Thousandoaks, e fiz um tampão para meu Telescópio newtoneano 150mm, resolvi arriscar umas fotos.

O sol estava calcinante, 33 Graus na sombra, e eu usava uma toalha para me proteger e conseguir olhar algo pela ocular ou câmera.

A coisa ficou tao engraçada que rendeu algumas piadas em casa, a foto abaixo diz tudo:


Perdi o inicio do eclipse , quando me dei conta eram 11:30, e a primeira foto saiu meio sem foco:


Não sou praticante da astrofotografia, nem da fotografia, nem da grafia...  sou do estilo aponta a câmera, mira e dispara.

Por isso eu até tinha praticado uns dias antes, mas é bem difícil focar a lua (preto) e o sol... Ou foca no preto ou foca no sol, não achei o meio termo em mais de 50 fotos... Talvez algum defeito no estilo da capa do filtro, além de uma luz parasita que insistia em riscar as fotos, dando aquele charme de lomografia.

Outro detalhe, não tenho paciência para ficar retocando imagens no computador, então as fotos estão como foram capturadas, num técniques: ISO 6400, F 1/500, Modo manual, Canon T3i, sem lente,  método afocal com Ocular de 25mm Super Plossi (a mais jaguara), imagens JPG..

Bom, o eclipse foi o show, e  até sem querer achei uma projeção no chão da garagem:


Efeito de um buraquinho de prego no telhado:

nesta foto fica melhor o entendimento de onde estava a projeção:

Esta foi minha melhor foto, as 12:23PM BRT, e que mostra além do eclipse a mancha solar 2638:

Na foto abaixo marquei a mancha solar:



E às 13:15 minha ultima captura encerrando a saga.



.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Primeira Observação de 2016

Consegui minha primeira observação de 2016, em 12 de Janeiro de 2016, consegui um céu limpo para uma observação no quintal de casa.

Estimei a magnitude visual limite em 4.

Apontei para M42, e lá estava, a majestosa nebulosa.

Meus horizontes são limitados, mas consegui olhar vários asterismos, tirando assim as férias dos instrumentos, afinal, desde Agosto não tinha conseguido mais nenhuma obervação.

Aproveitei para testar uma ocular Vixen NPL de 40mm, padrao 1,25.

Gostei do desempenho, bom campo e sem distorções nas bordas,  com baixo aumento. Ocular boa para aglomerados abertos. Confortável para os olhos, sem blecautes.

O curioso, que comparando visualmente, ela tem o mesmo campo que a minha Celestron Xcell-LX de 25mm, confirmando minha opinião que para visual oculares de grande campo são excelentes aquisições para objetos de Céu profundo.

Abaixo a listinha de objetos, iniciei a observação as 23:00hs  e finalizei  02:30 da madruga com presente de Júpiter, com um Trânsito da lua Io.

M42 - Majestosa, bom contraste.
Pleiades pelo Binóculo
C41 - Hyades https://en.wikipedia.org/wiki/Hyades_(star_cluster)
M78 muito fraca
Ngc2244 open cluster em monocerus
Ngc2516 cluster em carina
Ngc2070 tarantula
Ngc3372 eta carine
Ngc3532 opencluster em carina
C102 pleiades do sul - Os belos 5 diamantes azuis...
C80 Omega Centauro com pouco contraste.
NGC 4755 - Caixinha de Joias - Linda como sempre :)
Jupiter com Transito de IO as 02:30 13/01 GMT -2



Fui dormir com um sorriso no rosto :)

segunda-feira, 9 de março de 2015

Perdi a placa do carro e agora???

Olá

Neste começo do mês de Março, aconteceu um fato curioso comigo. Perdi a placa dianteira do carro na estrada durante uma chuva forte.

No sábado do dia 07/Março, sai para fazer compras em Paranaguá, sob muito chuva. Voltando para o litoral encontro várias ruas alagadas... E com o carro na garagem, vejo que havia perdido a placa dianteira.

Com calma pensei e expressei um belo "Sodeu"... ( como dizia o grego Fócrates).

O primeiro impulso foi pegar o carro e procurar a placa. Mas é melhor tomar cuidado, trafegar sem placa é multa grave.

Pensativo, resolvi procurar na internet se é comum perder a placa dianteira do carro, e achei vários sites falando que é comum perder a placa em dia de chuva forte e alagamentos... Paciência, o jeito é arrumar uma placa nova...


E agora, o que faço?


  • Fazer um BO conumicando o extravio da placa
     Fiz pela Delegacia Eletrônica, neste link da Policia Civil do Paraná, importante para evitar trasntornos no futuro.
  • Fazer o comunidado ao Detran , pagar os valores e providenciar nova placa.
    Resolvi consultar um despachante, e por R$100,00 e mais alguns dias tenho uma placa nova.
    Preferi o despachante para nao perder tempo em filas, burocracia do detran e ficar procurando onde fazer a placa.

Agora é esperar a placa chegar, e depois de instalada, vou achar um jeito de prender melhor para evitar novas surpresas...

Fiquei pensando, como a chuva pode soltar a placa, olhando com calma, notei que o parachoque é de algum material plástico, e pelos buracos, o parafuso é de rosca soberba:

Então a trepidação, somado a agua batendo na placa deve forçar esse conjunto e o parafuso simplesmente solta-se.. e adios placa... E caem os dois para ajudar... E nao tem barulho para escuar nao, na estrada com a chuva forte, estou mais preocupado e ficar na estrada e nao escorregar do que perceber qualquer barulho estranho.
.

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Observação Dezembro 2014


Eu sempre gostei mais de obervação que foto, entao náo tenho muitas fotos com o telescópio.

Neste ultimo sábado tentei algumas fotos com do Cometa Lovejoy C/2014 Q2. Mais para guardar um registro para mim.

A prática mostrocou que sou melhor observador que fotógrafo, e não consegui colocar o cometa em foco.

As fotos foram feitas direto no telescópio, são de frame único, e sem tratamento:


M42

M41
Canopus
Cometa C/2014 Q2 Lovejoy



sábado, 15 de março de 2014

Lua Cheia e uma boa observação


Na sexta dia 07/03/2014, resolvi esticar o telescópio. O céu prometia, mas a lua cheia desaminava um pouco. Estiquei no quintal da oficina, uma area pequena, que tem uma janela curta do céu, mas que sempre me rende algumas surpresas.

A idéia era olhar Júpiter e  depois a Lua. Afinal, na poluição luminosa de Curitiba somada com a Lua cheia nao proporcionaria nada mais. 

Comecei olhando Júpiter as 21hs, bonito e com suas 4 luas,  e algumas nuvens passando. Pensei que a brincadeira seria curta. 

A Lua cheia, dominando o cenáio, abaixo uma fotinha que fiz em uma observação anterior, mas dá o tom:


A imagem estava ruim, baixa dfefinição, e resolvi checar a colimação, e de fato estava descolimado, pego a Cheshirie e pronto, 10 minutinhos e equipamento alinhado. Agora Júpiter muito bonito, enchendo minha ocular de 5mm. Usei o filtro #80A Azul para definir melhor as faixas

Abaixo uma fotinho que tentei em outra ocasião, um frame único de Júpiter:


Sem muitas pretensões resolvi olhar a Nebulosa de Orion (M42), e testei com meu filtro Oxigem III, para ver o efeito mesmo com a poluição visual, A nebulosa se apresentou, com mais destaque. Gostei do resultado, mesmo apagando um pouco as estrelas.

Retirei o filtro, e afinando o foco vejo o quadrilátero, bem definido, avanço no aumento e vejo as 5 estrelas, fácil, sem esforço, nítido.

O céu melhorou muito comecei a perseguir alguns aglomerados, o primeiro Tau Canis Majoris Cluster (Caldwell C64). estava muito bonito, sua estrela vermelha é um grande destaque. 

Depois, ajeitei o tele para pegar a área sul, novo alinhamento, e me diverti com objetos das Constelações do  Cruzeiro do Sul e de Carina.

A lista abaixo:

Constelação do Cruzeiro do Sul
  • NGC 4755 / C94 Caixinha de Jóias - A minha favorita, 
  • NGC 3918 - Blue Planetary - Uma bela nebulosa planetária
  • NGC 4609/C98 - Um belo aglomerado perto do  Saco do Carvão.

Constelação de Carina
  • C102   - Plêiades do sul, os 5 diamantes azuis... sempre um objeto lindo para se olhar
  • C92 - NCG 3372 - Eta de Carinae - Testei  com filtro Oxigen III - Pouco contraste, esperado devido a lua cheia.
  • C96 - NGC2516 - Belo aglomerado com 5 estrelas de espectro vermelho bem brilhantes, aprendi observar a pouco tempo
  • NGC 2808 - Um bonito algomerado
  • NGC 3293 
  • NGC 3114 - Este enche a ocular, é um aglomerado aberto, tem mais de 30 estrelas, um formato bem agradável de se observar.

Encerrei a brincadeira as 01:00hs da madrugada de sábado, com gosto de quero mais, queria ter visto marte e saturno, mas a casa bloqueia o céu para o Leste, entao ficaram para a próxima.



terça-feira, 4 de março de 2014

Adaptador Serial Bluetooth e Astromist - Realizando um sonho antigo

No post anterior, eu mostrei a configuração de um Controlador Bluetooth desenvolvido pelo Armazém do Telescópio, controlando a montagem Skywatcher. Nesta solução , que dispensa o Synscan, todo o controle é feito no computador ou no Android pelo App Virtuoso.

Eu gostei desta solução, mas eu tinha um sonho antigo, de controlar o telescópio por um PDA com o Astromist.

Sonho iniciado desde que conheci o software Astromist para Palm Devices, que na minha opinião é um excelente software para Astronomia. Uso ele até hoje.

Este astromist tem o recurso de controlar as montagens,expandindo muito os recursos que tenho no meu controle Synscan da Skywatcher.


A "traquitana" montada fica como na imagem abaixo, ao lado do synscan o Adaptador Bluetooth, os cabos e la embaixo o palm ligado, e a caixinha do meu PowerTank Caseiro.




Basicamente precisei deste intens para configurar.
  • Um Telescópio com goto, eu uso um Skywatcher com Synscan 
  • Um adptador Bluetooth Serial RS232
  • Um cabo null modem DB9
  • Um Palm/Ipaq com Astromist ou Android com o Sky Safari Plus.
Primeiro passo é um adaptador Bluetooth serial RS232, eu ganhei um do amigo Fabio Gugel (Valeu Fabio!!!!), para meus testes:


Este módulo necessita de uma alimentação de 5v externa, pelo conector mini USB, eu resolvi com um carregador antigo de celular, e com no powertank com o conector USB que tem nele. Para proteger a plaquinha, acondicionei numa caixinha de balas Tic Tac.


Próximo passo, é ter um cabo null modem, ou seja, ela inverte os pinos RX e TX da comunicação serial. Eu aproveitei o cabo serial que veio junto com o  presente do Fábio, e modifiquei o mesmo para um cabo null modem:


É simples, basta seguir a regrinha:

DB9 Macho  <--> DB9 Fêmea
Pin 5 <--> Pin5
Pino 3 <--> Pino 2
Pino 2 <--> Pino 3

Mais detalhes e uma boa explicação de como fazer um cabo null modem está neste link/site.

O cabo Finalizado e o adpatar pronto ficaram assim:


Próximo passo, ligar a montagem do telescópio com o Synscan, fazer as etapas inicias do Pad (coordenadas, date e hora, etc).



Conectar o cabo na porta multiuso do pad ( aquele cabinho branco)


Agora, conecte o cabo null modem na ponta DB9 do cabo synscan. E lige o adpatador Bluetooth

Proximo passo, pegue um Palm (ou outro device) e faça a conexão Bluetooth com o adaptador Serial.

Abra o Astromist e configure para a sua montagem , no caso de Skywatcher synscan use  Scope drive: NextStar GPS, GP, CG., Em Scope Port : Bluetooth.




Se for um device Windows Mobile com astromist, selecione a COM da interface pareada com o Bluetooth. Se for Android, escolha o Skywatcher Synscan no Sky Safari Plus.

Agora basta alinhar, e escolher um objeto no Astromist e pedir para fazer o GOTO, e magicamente a montagem seguira o que foi pedido.

Referências:


segunda-feira, 3 de março de 2014

Controlando o Telescópio pelo Tablet

Eu comprei um módulo Bluetooth para o meu telescópio, para usar sem o Synscan.

Eu ja conseguia controlar o telescópio usando o módulo bluettoth com um notebook, rodando o stellarium. e o driver do Armazem para o stellarium.  Mas o notebook é um trambolho, sempre quiz algo mais portátil

O Armazem do Telescópio criou um driver para android, e junto com o Software do Sky Safari Plus posso agora controlar o GOTO do meu telescópio pelo tablet.

Fiz um vídeo simples, mostrando a brincadeira, meu primeiro Vlog... risos




O módulo bluetooth funciona em qualquer montagem da Skywatcher, veja abaixo o que precisei para utilizar o módulo